Visto D2 Portugal: saiba o que é o visto de empreendedor

Em busca de uma nova vida ou oportunidades de negócio consistentes, muitos brasileiros procuram informações sobre o Visto D2 Portugal (ou Visto de Empreendedor).

Trata-se de um visto concedido a empreendedores que abrem seus negócios no país lusitano.

Como consequência, abrem-se as portas da residência no país, assim como uma série de benefícios diretos e indiretos.

Em contrapartida, a nação recebe investimentos. Os recursos visam movimentar a economia local, gerar empregos e atrair novas oportunidades.

Se você tem interesse em saber mais sobre o Visto D2 Portugal, continue a leitura. No texto a seguir, saiba o que é, quais são os benefícios e outras dúvidas relacionadas ao Visto de Empreendedor português.

O que é o Visto D2 Portugal?

O Visto D2 portugal (também conhecido como Visto de Empreendedor Imigrante em Portugal) é um tipo de visto voltado a cidadãos não pertencentes à União Europeia. Ou seja, estrangeiros cuja intenção é abrir um negócio no país, estimulando a economia local.

Com ele, é possível solicitar e receber a Autorização de Residência portuguesa, podendo viver, morar e trabalhar no país.

Caso você já tenha uma empresa com sede em Portugal, é possível solicitar o Visto D2 e usufruir de todos os seus benefícios, desde que se encaixe nos requisitos exigidos.

Visto D2 ou Golden Visa Portugal?

É importante ressaltar que o Visto D2 Portugal não é voltado a pessoas que querem abrir grandes companhias. Nesse caso, o mais indicado é o Golden Visa Portugal.

Nesse caso, é possível conquistar a residência (e subsequentemente a residência permanente e a cidadania portuguesa) ao abrir uma empresa no país que gere, pelo menos, 10 empregos em período integral.

O Visto D2 é direcionado a pequenas e médias empresas com potencial de engrenar a economia e grande impacto social, econômico, tecnológico, científico ou cultura.

Portanto, não necessita de uma quantidade de empregos gerados ou de um capital social mínimo para aprovação.

Quem pode tirar o Visto D2 Portugal?

O Visto D2 Portugal é voltado a estrangeiros que:

  • Pretendem abrir um negócio no país
  • Já têm um negócio no país, mas ainda não solicitaram o visto.

Quais são os requisitos para tirar o Visto de Empreendedor Imigrante em Portugal?

Para tirar o Visto D2 em Portugal, é necessário cumprir alguns requisitos estabelecidos pelo governo.

É essencial cumprir cada um deles, pois há uma banca que avalia as condições e o potencial de contribuição da empresa para país.

Em outras palavras, os avaliadores devem enxergar o valor da organização. Para isso, são observados elementos como:

  • A viabilidade do negócio
  • Plano de negócios estruturado
  • O capital social
  • Motivos que levaram à criação do negócio
  • Comprovação de recursos financeiros para escalonamento
  • Networking e experiência dos gestores.

Portugal é um dos países mais fáceis para se abrir uma empresa. Com o Visto D2, não é diferente.

Com requisitos flexíveis, gera oportunidades para quem deseja investir e estabelecer comercialmente.

Apesar disso, não espere facilidades. Muitos potenciais empreendedores têm seus vistos negados. Por isso, o ideal é que todos os requisitos sejam cumpridos, incluindo números, expectativas e comprovantes fiscais.

Como tirar o Visto de Empreendedor em Portugal (passo a passo)?

Para tirar o Visto de Empreendedor em Portugal e obter a residência, é necessário seguir dois passos simples.

O primeiro consiste em solicitar o Visto D2. Esse processo pode ser realizado diretamente do Brasil.

Para isso, é necessário reunir todos os documentos e entregá-lo no centro de solicitação correspondente a jurisdição do requerente pessoalmente ou através dos Correios.

Ao todo, são cinco opções, cada uma delas responsável por diferentes estados:

  • Centro de solicitação de vistos em Nova Lima (MG): Minas Gerais
  • Centro de solicitação de vistos em Brasília (DF): Distrito Federal, Goiás, Tocantins, Rondônia e Mato Grosso
  • Centro de solicitações de vistos em Salvador (BA): Bahia, Sergipe, Alagoas, Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte, Ceará e Piauí
  • Centro de solicitações de vistos no Rio de Janeiro (RJ): Rio de Janeiro, Espírito Santo, Pará, Amazonas, Acre, Maranhão, Amapá, Roraima
  • Centro de solicitações de vistos em São Paulo (SP): São Paulo, Mato Grosso do Sul, Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

Caso tenha alguma dúvida durante o processo, você pode enviar email para os respectivos centros

Também será necessária uma requisição junto ao SEF (Serviço de Estrangeiros e Fronteiras) de Portugal.

Nesse caso, ele é realizado por meio do Portal E-Visa, no qual será necessário preencher um formulário. Note que a presença do requerente em Portugal será exigida, já que há uma entrevista realizada pessoalmente.

A partir da aprovação, o tempo até obter a residência gira em torno de 180 dias, tempo que pode variar dependendo da cidade escolhida pelo requerente.

Documentos necessários para o D2 Portugal

Para os pedidos realizados aos centros de solicitação de visto e ao SEF Portugal, são necessários os seguintes documentos:

  • Formulário de pedido de visto
  • Comprovantes de pagamento de taxas
  • Passaporte original
  • Termo de consentimento
  • Plano de negócios
  • Certidão permanente
  • Declaração de registro de início de atividade comercial
  • Registro de constituição de sociedade
  • Extrato bancário com saldo em conta
  • Comprovante de escolaridade
  • Curriculum Vitae
  • Carta com os motivos do pedido
  • Comprovante de recursos para subsistência
  • Alojamento
  • Seguro médico internacional de viagem
  • Registro criminal
  • Duas fotografias 3×4 coloridas
  • Carteira de identidade.

Familiares e o Visto D2 Portugal

O Visto D2 Portugal também se aplica a familiares diretos do requerente principal. Isso inclui cônjuge, filhos e pais dependentes.

Valor do Visto D2 Portugal

Excetuando os valores intangíveis e gastos para reunir a documentação, o valor do Visto D2 Portugal gira em torno de R$ 554,00.

Deste montante, R$ 424,00 se referem à taxa consular, R$ 15,27 à tarifa de transferência e R$ 114,49 à tarifa de processamento.

Vale lembrar que, no caso de companhias maiores, a melhor opção é o Golden Visa Portugal. Se você tem interesse em adquirir a residência portuguesa por meio de um dos programas de imigração por investimento mais populares do mundo, entre em contato conosco.

É possível contratar uma empresa de assessoria ou consultoria para o Visto D2 Portugal?

Existem empresas que realizam o serviço de assessoria e consultoria para o Visto D2 Portugal.

Nesse caso, elas auxiliam em todas as tramitações necessárias, da reunião de documentos à solicitação do visto de residência em Portugal.

FAQ: Perguntas frequentes sobre o Visto D2 Portugal

Como conseguir o Visto D2 Portugal?

Para tirar o Visto D2, é necessário realizar uma solicitação no órgão oficial designado, que varia de acordo com a região do requerente. Depois, é necessário realizar uma requisição junto ao SEF (Serviço de Estrangeiros e Fronteiras) de Portugal, tarefa que pode ser realizada online.

Qual é a participação do SEF no Visto D2 Portugal?

O SEF (Serviço de Estrangeiros e Fronteiras) de Portugal atua como órgão regulador do Visto D2, assim como todos os demais vistos para o país.

O que é um visto de empreendedor em Portugal?

O visto de empreendedor em Portugal é um formato de visto que concede a residência portuguesa para empreendedores estrangeiros.


Nosso compromisso com você

Na Global Citizen Solutions, nos preocupamos com você. Oferecemos um serviço especializado para cada um de nossos clientes. Ao longo dos anos, adquirimos experiência, networking e conhecimento de mercado. Por isso, cada ação é baseada em dados que visam auxiliar na escolha do investimento correto.

Patricia signature