Conheça as melhores opções para investir em Portugal

Depois de superar a crise financeira com êxito, Portugal se tornou a menina dos olhos de ouro de muitos investidores estrangeiros, principalmente brasileiros. Com uma economia aquecida e em crescimento, esse país de clima ameno, muito seguro e com um sistema de saúde e educação de qualidade, oferece algumas opções de investimento que trazem excelentes benefícios para quem deseja investir em Portugal.

Se você também ficou interessado, não deixe de ler nosso artigo sobre as melhores opções para investir em Portugal.

É um bom momento para investir em Portugal?

Sim! Com a situação política e econômica cada vez mais complicada no Brasil, muitos brasileiros fizeram suas malas e embarcaram para Portugal. Após seis anos em queda, o número de brasileiros com visto de residência portuguesa subiu 5,1% no ano passado e é a maior comunidade estrangeira no país, com 85.426 cidadãos. Isso sem considerar as pessoas com dupla nacionalidade.

De acordo com a revista Forbes, Portugal se tornou um dos melhores países da Europa para investimento e negócios. Os fatores que destacam o país são a população jovem e qualificada, o setor mobiliário acessível, sistema aéreo desenvolvido e de fácil acesso a outros países e infraestrutura de qualidade para investidores.

Como está a economia em Portugal

Segundo a Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP), o país teve um crescimento de 2,7% no PIB em 2017 devido, principalmente, ao aumento dos investimentos internos nas áreas de tecnologia, setor automobilístico, eletrônico e de energia.

A expectativa do Banco de Portugal é que a economia cresça até 2,3% esse ano, 1,9% em 2019 e 1,7% em 2020.

Quais são as melhores opções para investir em Portugal?

Se você está interessado em investir em Portugal, é importante saber que existem várias opções de investimento, cada modalidade com suas exigências e valores específicos. É preciso pesquisar bastante e se planejar antes de iniciar qualquer processo.

Se você estiver interessado em beneficiar do programa de residência de Portugal, através de investimento, saiba que as opções são:

Comprar imóvel

Se você tem interesse em investir no setor imobiliário, o momento é esse.

Para isso, é preciso desembolsar um valor mínimo de €500 mil. A propriedade pode ser usada apenas como investimento, para ser alugada ou como residência fixa.

Outra opção é adquirir imóveis com mais de 30 anos de construção ou localizados em área de reabilitação urbana. O valor a ser desembolsado é de pelos menos €350 mil.

Abrir empresa

Também é possível abrir uma empresa que crie pelo menos 10 empregos direitos com contrato. Não é exigido um valor mínimo.

Transferência de capital

Investimento de pelo menos €1 milhão no mercado financeiro.

Investir em pequenas e médias empresas

Você pode investir na capitalização de pequenas e médias empresas a partir de €500 mil.

Atividades de pesquisa científica/tecnológica

Para atrair outros perfis de investidores para o país, existe a opção de investir em atividades de pesquisa científica ou tecnológica no valor mínimo de €350 mil.

Produção artística, preservação ou conservação do patrimônio cultural

Os investidores interessados podem aplicar €250 mil na produção artística portuguesa ou em projetos de preservação ou conservação do patrimônio cultural.

Qual o melhor investimento em Portugal?

O preço dos imóveis tem subido nas principais cidades portuguesas, mas com certeza ainda é possível encontrar excelentes opções de residências e apartamentos com preços acessíveis. Por isso, se você pensa em investir em Portugal, pode ser uma excelente opção.

Tanto é que, no ano passado, registrou-se um aumento de 59% nas emissões do Golden Visa, concedidos a estrangeiros que invistam ao menos €500 mil em imóveis – ou €350 mil em casos especiais. Somente em 2017, 226 brasileiros receberam o visto de investimento, contra 142 no ano anterior.

Vale a pena investir em imóveis em Portugal?

Investir em imóvel em Lisboa
Com um bom planejamento do seu investimento e com a ajuda de uma assessoria especializada, comprar um imóvel em Portugal vale muito a pena, tanto pela rentabilidade do aluguel quanto pela própria valorização do imóvel. Isso porque o país pode oferecer um retorno total de 10% (ao ano) ou mais a médio e longo prazo.

O preço dos imóveis disparou

Com o fortalecimento do turismo e também da imigração, o preço dos imóveis disparou nos últimos dois anos.

Segundo dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estatísticas (INE), no primeiro trimestre de 2018, o valor médio para comprar uma imóvel em Portugal chegou a €950 m⁶, alta de 7,8% em comparação ao mesmo período do ano passado. O município de Lisboa registrou a média de preço mais elevada do país, chegando a €2.581m2, um aumento de 20,4%.

Você pode conferir também o nosso guia para comprar imóvel em Portugal.

No entanto, o preço continua baixo

Apesar do aumento, o preço dos imóveis em Portugal ainda é mais barato do que o valor encontrado em outras cidades do Brasil e também da Europa. Além disso, o custo de vida é menor. O mercado imobiliário também está bastante aquecido porque os investidores também podem usufruir de outros benefícios bastante vantajosos.

Outros benefícios

Além da rentabilidade superior, o preço por m⁶ ainda é mais competitivo do que em relação a outras cidades. O investidor também se beneficia de isenções fiscais atraentes se desejarem morar no país.

Aposentados, por exemplo, ganham isenção de impostos por 10 anos ao transferirem seus rendimentos para o país. Portanto, investir em Portugal é muito vantajoso.

Para mais informações, leia nosso artigo sobre o regime fiscal português.

Franquias brasileiras em Portugal

Outra opção disponível caso você tenha interesse e perfil empreendedor seria investir em franquias em Portugal, um setor que tem crescido exponencialmente no país. Grandes redes de franquias querem diversificar seu portfólio e buscam expandir o negócio, principalmente investir em novos mercados.

É possível avaliar as franquias por categoria e pesquisar valor do investimento por meio deste site.

As franquias brasileiras que fazem mais sucesso, e são mais rentáveis, fora do país, principalmente no mercado português, são aquelas que já possuem reputação no Brasil como nos setores de alimentação típica, calçados e estética.

Outras empresas bastante conhecidas que também possuem lojas no país são: Boticário, Quem disse, Berenice e Lojas Havaianas.

Mais atualmente, no entanto, empresas na área de tecnologia também invadiram Portugal, como a Gigatron Franchising, com uma unidade no país.

Exemplo de franquias com investimento razoável

A Não+Pêlo é uma rede de franquias de estética, especializada em serviços como depilação. Somente em Portugal são cinco estabelecimentos.

Segundo dados da empresa, o investimento inicial seria de R$200 mil (aproximadamente €41 mil) e o retorno em torno de 18 a 24 meses. Outra opção é a rede de alimentação especializada em frutos do mar, Vivenda do Camarão, com cinco lojas em Portugal. Você vai precisar de um investimento inicial de R$72 mil (aproximadamente €150 mil), e o prazo de retorno pode variar entre 36 a 60 meses.

Qual é a vantagem de investir em Portugal?

Além de possuir um dos custos de vida mais baixos da Europa, Portugal atrai muitos investidores estrangeiros por causa dos benefícios exclusivos de quem participa do Programa Golden Visa.

Uma das principais vantagens de investir em Portugal é, com certeza, a concessão de autorização de residência para quem adquire propriedades de pelo menos €500 mil – ou €350 em condições especiais – ou opta pelas demais opções de investimento.

Adquirir a residência em Portugal

O investidor pode requerer a residência permanente em Portugal ao final de cinco e solicitar a nacionalidade portuguesa, com direito ao passaporte europeu, depois de seis anos. Outro ponto positivo é que com o passaporte europeu você vai ter o direito de viver, trabalhar ou estudar em Portugal e ter livre circulação em qualquer país do espaço Schengen, que inclui a grande maioria dos países da União Europeia.

E sabe o que é melhor? O Governo português não exige que os proprietários morem na residência durante todo o ano. O dono do imóvel precisa passar no mínimo uma semana no país durante o primeiro ano e duas semanas a cada dois anos.

Residência para a família

Além disso, sua família imediata também tem direito a morar no país por meio da solicitação de Reagrupamento Familiar e, posteriormente, do Golden Visa.

O visto pode ser solicitado para o cônjuge do requerente, incluindo aqui a união estável, os filhos menores de 18 anos ou maiores de idade que estejam estudando (dentro ou fora de Portugal) e que sejam dependentes financeiros dos pais. Inclui-se também os pais do solicitante e do cônjuge, que dependam economicamente do titular.

Veja mais sobre os tipos de visto para Portugal e como solicitar o seu.

Retorno superior e rápido

Com a crise no Brasil e a recuperação económica em Portugal, o país europeu surge como uma alternativa viável para todos os investidores que procurem realizar um ganho.

Mesmo para aqueles que não tenham a intenção de fazer de Portugal seu lar, o país pode oferecer boas oportunidades de investimento, especialmente no setor imobiliário.

Como você pode ver, investir em Portugal é uma opção extremamente interessante se a mudança for planejada e feita com bastante atenção.